Jornada

Trabalho e utilidade

Esses dias precisava escrever um post de blog para o trabalho que ajudasse pessoas que são muito focadas em carreira a enxergar que existe mais da vida do que o trabalho de 9 às 7 (e das coisas que você faz pra esquecer que tem um trabalho de 9 às 7, tipo ir em festas e beber). Mas claro que se eu escrevesse um lindo post sobre como não nascemos pra cumprir funções como máquinas, elas provavelmente ignorariam. Então resolvi pensar em como mostrar a eles que todas as atividades que você pode desenvolver fora do seu horário de trabalho, aquelas coisas que você faz por prazer, podem fazer diferença "para você conseguir um emprego melhor", o tal do "se diferenciar no mercado de trabalho". Porque é isso que quem tem um foco grande carreira está interessado: como não parecer alguém inútil para o trabalho. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Jornada

O que o imprevisível me ensinou

Quando eu tinha cerca de cinco anos de idade, meus pais me deixaram sozinha em uma viagem, sem eles, pela primeira vez que eu me lembro. Eu me recordo exatamente da estrada de terra, cheia de cascalhos, na porta do sítio do meu tio. E dos meus sentimentos misturados de explorar uma aventura sozinha, sem meu pai e sem minha mãe, pela primeira vez. Era um misto de entusiasmo com medo, algo que é impossível descrever em palavras. Quase pedi para ir embora com eles (e provavelmente eu devo ter pedido), mas por algum motivo eles acharam que ia ser importante pra mim aquele tempo longe deles. Na minha memória esse tempo durou uma semana e foi doloroso, mas ao mesmo tempo me lembro de ter aprendido muito nesse tempo. Aprendi o quanto a solidão ensina. O quanto podemos descobrir e aprender por nós mesmos. O quanto as pessoas à sua volta não estão unicamente preocupadas com o que você quer ou sente. Que você precisa aprender a se virar sozinho. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás