Seja Livre

5 lições de empreendedorismo da Tailândia

Desde que cheguei na Tailândia tenho prestado atenção a algumas peculiaridades. Provavelmente por estar imersa em uma cultura tão diferente da nossa, com uma língua e um alfabeto completamente desconhecidos pra mim, há algumas coisas que saltam aos olhos. Como não consigo deixar de pensar em termos empreendedores ou melhor, em o que estou aprendendo com cada uma das coisas, achei por bem reunir em um post essas observações, podem vir a ser bastante úteis pra mim no futuro - e espero que para vocês também. Provavelmente essas lições já devem estar escritas em milhares de posts por aí - o que fez diferença pra mim é que as estou vivenciando de uma forma completamente diferente - e surpreendentemente simples.

Lição #1 - Seja direto

(mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Dicas de Viagem

Comida na Tailândia – TUDO é doce

Antes de vir pra Tailândia quem já conhecia aqui me avisou de duas coisas sobre a comida:

  1. É deliciosa
  2. É apimentada
Como não tenho o menor problema com comida deliciosa me concentrei em me preparar para a pimenta, já que não sou sua maior entusiasta. Caprichei mandando molho de tabasco em quase tudo que comia, comi bastante comida peruana e mexicana antes de vir. E achei que estava a pessoa mais bem preparada pra isso, afinal, amo comer e experimentar novos sabores. A primeira coisa que você precisa saber sobre comida em outros lugares: esqueça tudo que você sabe. Não existem pré-conhecimentos quando se trata de comida. "Hum, vou pedir esse macarrão a bolonhesa aqui e ele vai ter gosto de molho de tomate!". (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Dicas de Viagem

Guia para viajar para o exterior pela primeira vez

É a primeira vez que você vai viajar para o exterior? Então, foi a minha também. Como tive um monte de dúvidas (muitas bobas demais para alguém que já acostumado com isso) e tive vários aprendizados com esse processo, resolvi compartilhar o que aprendi. São coisas básicas, mas pode ser que algum desses detalhes você não conheça, e tem dicas úteis mesmo pra quem já viajou para fora do país e quer economizar na próxima viagem. Eu tive que fazer o processo todo sozinha desde o início, desde tirar passaporte, procurar passagens, pedir vistos e conseguir hospedagem. Escolhi fazer isso não só pra economizar, mas para aprender também. Abaixo minhas dicas, organizada passo-a-passo, por ordem do que fazer e por temas. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Dicas de Viagem

Bangcoc – primeiras impressões

Depois de infindáveis 40 horas de viagem, finalmente estou na Tailândia! Tem menos de 12 horas que estou aqui e já estou amando. Confesso que me surpreendi com o quão ocidentalizada Bangcoc é. Eu sabia que era uma cidade de 8 milhões de pessoas (14, se considerar a região metropolitana), e já tinha pesquisado sobre e falado com amigos que conhecem aqui. Ainda assim, impossível não se surpreender. [caption id="attachment_652" align="aligncenter" width="736"]Bankok perto de uma estação de BTS. Bankok perto de uma estação de BTS.[/caption] Pensa São Paulo com placas que você não consegue entender: assim é Bangcoc. Claro que tem muita coisa diferente: muitos vendedores ambulantes (principalmente de comida, que são muito cheirosas), mão inglesa (isso é realmente confuso pra mim, ainda não me acostumei a olhar pro lado certo da rua), não há muita preocupação com o pedestre (ok, SP é a mesma coisa nesse quesito), e vemos lindos tuktuks pra todo lado. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Jornada

A morte é condição necessária para a vida

Gosto de perceber quando se fecham e se iniciam novos ciclos na vida. E gosto principalmente quando estou em paz com o fim de algum ciclo. Hoje, 12 de setembro, faz exatamente 5 meses que pisei em Ilhabela para começar um ano de aprendizado sobre mim. Um ano de autoconhecimento, reflexão, enfrentamento de medos e traumas, descoberta de novos mundos, dentro e fora de mim. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Jornada

“Sobre” do AQT de agosto de 2014

Quando a Fabi Soares entrou no projeto comigo e fez várias mudanças (pra melhor) no blog, ela escreveu um texto pra explicar o que enfim era o projeto. E como ela mesma previu, ele poderia mudar. Então hoje, um ano depois de vários aprendizados e descobertas, percebo que é hora de escrever um novo "sobre". Mas não queria perder o lindo texto da Fabi, que foi tão importante em me ajudar a descobrir os rumos do projeto. Então resolvi documentá-lo em um post. :) (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás