Ilhabela é mesmo um lugar maravilhoso. É difícil não pisar na ilha sem ter a sensação de ter desembarcado num lugar muito especial. Meus pais estiveram aqui há mais de 30 anos e me avisaram que era lindo, mas claro que sendo há tanto tempo eu esperava que houvesse muitas mudanças do tempo que eles estiveram aqui.

ilhabela_sunrise_prana

Não apenas as belezas naturais de Ilhabela encantam. Ao chegar encontramos uma cidade orgânica, que consegue conviver bem com a natureza, que respeita o ecossistema, que busca alternativas sustentáveis para transporte. Os moradores são simpáticos e te cumprimentam na rua. Ontem pegamos carona às 5 da manhã com moradores voltando de um samba, e eles fizeram questão de nos deixar em casa.

Esses dois vídeos que fiz foram logo nos primeiros dias, hoje, quando escrevo o post, já tem seis dias que estou aqui. E até agora minha impressão daqui só melhora. Das poucas coisas que incomodam: custos altos de alguns produtos e serviços – já que é um lugar turístico e que atrai muita gente de classes mais altas, muitos preços são um pouco salgados – e os mosquitos, os danados dos borrachudos. Mas mesmo a presença deles é um sinal de que a população respeita o meio ambiente, eles são sintoma de mata preservada. Há um controle biológico natural feito pela prefeitura, mas é pouco, apenas para diminuir o desconforto de turistas na cidade. Há jeitos de se prevenir, como tomar vitamina B todos os dias e comprar um repelente mais especializado. E não é nada insuportável, mesmo eu que sou muito alérgica estou sobrevivendo sem precisar de ajuda médica (sim, é sério, tem gente que precisa).

Ainda há muito a descobrir daqui, tenho certeza. Só ontem tivemos o privilégio de conhecer um pouco da história local indo a um bar que vem a ser em uma das primeiras casas construídas na ilha (a décima terceira, pra ser mais exata). O Francisco, dono do bar, conta que uma escrava parteira deu a luz a muitos dos moradores em um quarto daquela mesma casa. E vimos as marcas na parede de dedos dos escravos, gravados no barro do pau a pique. Uau.

casa_ilhabela_pau_a_pique

Pra finalizar, deixo vocês com esse pôr do sol de tirar o fôlego do outro lado da ilha, o lado que dá para o oceano. 🙂

por_do_sol_ilhabela

Trilha sonora do post: Azul – Gal Costa


Lea · 18 de abril de 2015 às 15:26

Sejam bem vindos! Ilhabela nosso paraíso!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Dicas de Viagem

Como economizar dinheiro para viajar

Sempre tenta guardar dinheiro para viajar mas fica só no plano? Aprender como economizar dinheiro para viajar é uma das minhas tarefas diárias. Desde que resolvi sair do modo de vida padrão empregado 8 horas/dia Leia mais…

Jornada

A coragem de largar tudo

O Ainda Que Tardia completou três anos. Um sonho de liberdade que nasceu num rascunho de papel num carnaval em 2014, virou blog em abril do mesmo ano, virou projeto de viagem de volta ao Leia mais…

Dicas de Viagem

Como trabalhar online e ganhar em dólares

Se você pretende ser um nômade digital – alguém que pode trabalhar online e trabalha de qualquer lugar do mundo com acesso à internet – a primeira coisa a fazer é descobrir como e onde Leia mais…