Das coisas maravilhosas e loucas que acontecem na Uncollege: fomos desafiados a criar algo que viralize em 48 horas e que entregue felicidade. Esse era o briefing da nossa Work Marathon, que está acontecendo agora! Nos reunimos, planejamos nosso tempo e começamos a jogar ideias do que fazer. Em duas horas tínhamos o planejamento pronto, em mais uma hora e meia o conceito, já com um manifesto e métricas. Tudo antes do almoço. Nosso deadline era começar a divulgar às 18:00. Fazendo e testando, pedindo desculpas e não permissão, trabalhando em equipe sem desperdício de tempo.

Até agora ninguém matou ninguém, estamos felizes em espalhar felicidade por aí. 😛 O que decidimos fazer? Um movimento que espalha abraços em forma de selfie. Essas fotos, que costumam ser solitárias e narcisistas, são ressignificadas através do compartilhamento com o outro. Ao passar pela experiência de abraçar alguém, e tirar uma foto da sua cara ao fazer isso, estamos trocando energia, amor, e felicidade. Documentamos algo que não costuma ser documentado, e desafiamos a pessoa abraçada a fazer o mesmo com outra pessoa, criando uma corrente de felicidade. 🙂

Olha a carinha de feliz da Mavi abraçando a Jé. <3

Olha a carinha de feliz da Mavi abraçando a Jé. <3

Olha minha cara de feliz abraçando o Emanuel. :D

Olha minha cara de feliz abraçando o Emanuel. 😀

Todas as fotos compartilhadas com a hashtag #selfiedoabraço vão ser reunidas no instagram @selfiedoabraço e na página do Facebook da Selfie do Abraço. Ah, e tem também nosso manifesto, que está no site www.selfiedoabraco.com.

Manifesto da Selfie do Abraço!

Manifesto da Selfie do Abraço!

Tá esperando o que pra aderir nessa corrente da felicidade do amor? Garanto que você vai se sentir uma delícia ao abraçar alguém.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Jornada

A coragem de largar tudo

O Ainda Que Tardia completou três anos. Um sonho de liberdade que nasceu num rascunho de papel num carnaval em 2014, virou blog em abril do mesmo ano, virou projeto de viagem de volta ao Leia mais…

Jornada

Coisas que aprendi sobre o Brasil fora do Brasil

Passei 9 meses morando na Tailândia e foi um incrível período de aprendizados constantes em muitas áreas. Uma delas foi sobre aspectos que não dava atenção antes de sair do Brasil, e que fora dele, Leia mais…

Jornada

Não é com você, é comigo

Você já deve ter escutado essa frase, provavelmente em um término de relacionamento: “Não é você, sou eu…”. Eu achava que fosse uma mera desculpa (e para algumas pessoas talvez seja), mas hoje entendo a verdade que essa expressão Leia mais…