Tenho uma amiga que tem uma tatuagem escrito em Latim: Nosce te ipsum – conhece-te a ti mesmo. Quantos de nós nos damos o tempo necessário para nos conhecer? Autoconhecimento é entender em que padrões operamos para então poder quebrá-los, se assim quisermos. Você sabe como conhecer a si mesmo? Eu confesso que não sabia nem como começar a olhar pra dentro de mim. Se alguém me perguntasse antes se eu me conhecia eu rapidamente iria responder automaticamente que sim, claro. Mas não era verdade. Hoje sei que estou apenas na ponta do iceberg, que estou só começando a enxergar através do nevoeiro. Ou seja, ainda tem muito pra explorar.

Algumas ferramentas de autoconhecimento que encontrei pelo caminho ajudam bastante a entender esses padrões de como nossa personalidade foi construída e como agimos a partir dela. Compartilho aqui com vocês as que já usei – e que tem um resultado surpreendentemente acurado, pelo menos no meu caso. Que tal tentar você também?

1. 16 personalidades (ou Briggs Myers16 personality types)

Um dos “testes de personalidade” mais famosos, lista 16 tipos diferentes que combinam 8 características básicas: Introvertido/Extrovertido, Intuição/Sensação, Pensante/Sentimento, Julgador/Percepção. A primeira letra dessas palavras (em inglês) forma o tipo de personalidade. O meu por exemplo é ENFJ – Protagonista, que é a combinação de Extrovertido, Intuitivo, Sentimento e Julgador. Ler o perfil todo dessa personalidade me ajuda a entender como faço escolhas e como é meu comportamento inato, e assim me permite entender como ajo naturalmente e como posso ajustar os comportamentos que gostaria de modificar.

Créditos: 16 personalities.com

Créditos: 16 personalities.com

2. Eneagrama

Outro teste famoso de autoconhecimento, bastante usado em entrevistas de emprego por psicólogos. O ideal é mesmo fazer esse teste completo com um especialista para interpretá-lo, mas é possível fazer um teste básico gratuito na internet – se seu perfil não for muito cheio de nuances pode dar certo. Ele dá um resultado entre nove tipos diferentes (o meu é o tipo 7, o entusiasta), com uma asa (wing), que interpreto livremente como “tendência”. A asa é definida pela pontuação mais alta entre os dois tipos subjacentes ao seu resultado (no meu caso, 7, a asa seria 6 ou 8 – minha pontuação maior foi a 6 entre essas duas. Significa que sou então tipo 7 com asa 6). Eu fui pesquisando o resultado na internet e lendo mais sobre o tipo para entender o significado do resultado.

Créditos: eneagraminstitute.org

Créditos: eneagraminstitute.org

3. What’s your card

Usa as 56 cartas de baralho para desenhar diferentes tipos de personalidade e comportamentos. É baseado no seu dia e mês de nascimento, apenas, e pra mim mostrou aspectos diferentes da minha personalidade (o meu e o das outras duas pessoas que fizemos o teste juntos concordaram que as cartas os representavam). A minha é um seis de espadas:

6 de espadaSpades – Wisdom – Labor – Acceptance
6 of Spades – The Law of Life
Karma for the 6 of Spades – FAITH

This is the Card of overcoming, and all Six of Spade people are strong willed and determined; often fixed and stubborn!

 

Desses todos, obviamente, o que menos se parece com as outras descrições, por também pediu menos dados. Acho que esse está mais no aspecto de diversão do que de eficiência do teste.

4. Human Design

O mais complexo dos resultados de ferramentas de autoconhecimento que encontrei até agora. Se baseia apenas em informações de data, hora e local de nascimento e faz uma análise gigantesca de vários aspectos de personalidade e comportamento. O meu perfil deu Generator, mas isso só começa a descrever meu tipo, há uma quantidade incrível de variações que esse resultado apresenta. Pode parecer menos científico do que os dois primeiros testes, que se baseiam em respostas dadas a perguntas para emitir o resultado e não algo fixo como o dia que você nasceu. Mas os resultados desse meu teste são surpreendende similares com os meus resultados dos dois primeiros.

human_design

créditos: mybodygraph.com

5. Astrologia (sim, isso mesmo)

Tá bom, você não acredita nisso, eu sei. Eu também não. Mas estou dando o benefício da dúvida e observando padrões de comportamento de acordo com as descrições dos signos, e, consigo ver hoje como essa forma de interpretar os padrões de características pessoais pode ser assertiva. Dá para fazer um mapa básico no Astro.com, mas claro que você vai precisar da ajuda de um astrólogo pra entender tudo.

Meu mapa pelo Astro.com

Meu mapa pelo Astro.com

Pra ficar mais fácil: existem três signos principais, o sol, o ascendente e a lua, e esses contam, digamos, sua tipologia básica. Os outros elementos do mapa astral, os outros planetas do seu mapa, dão mais detalhes sobre aspectos específicos seus. Além disso tem a distribuição de elementos do seu mapa (quantos signos do seu mapa são fogo, terra, ar e água) e isso também é um fator que influencia a maneira que você foi “impresso” nessa vida. Em vez de ser um “destino escrito nas estrelas” um mapa astral é mais uma “planta baixa”: o jeito que você veio ao mundo, e é claro que sua história e evento importantes podem fazer com que essa “planta” tenha criado uma construção diferente no fim das contas (pelo menos é assim que têm me explicado aqui). E de novo, consigo relacionar facilmente as características atribuídas aos meus signos e a interpretação do meu mapa com os dois primeiros testes mencionados (ex: sou áries, que é um signo que tem características de liderança e pioneirismo, e ENFJ, também um perfil de liderança).

6. Yoga e Chakras

Qual seu chackra predominante? Em qual deles você tem maior abertura ou potencial? E em quais deles você tem bloqueios e precisa trabalhar mais neles? Para quem não sabe nem o que é Chakra, pra começo de conversa, são círculos energéticos que se relacionam com nosso corpo. Temos 7 principais chakras, mostrados na figura abaixo.

Os sete principais Chakras, de baixo para cima: Muladhara (root), Svadistana (sexual), Manipura (navel), Anahata (heart), Vishuda (throat), Ajna (Mind) and Sahastrara (crown).

Os sete principais Chakras, de baixo para cima: Muladhara (root), Svadistana (sexual), Manipura (navel), Anahata (heart), Vishuda (throat), Ajna (Mind) and Sahastrara (crown).

Para esse acho que não tem teste online que te ajude a descobrir. Para que eu pudesse saber a resposta das perguntas que fiz aí em cima eu fiz uma meditação tântrica (ou seja, focada na energia de cada um dos chakras) com o Swami da Agama Yoga. Ele então me contou que meu chakra predominante é o Svadistana (que busca constantemente prazer e satisfação), mas que tenho bons muladhara e manipura (força vital e força de vontade), mas que tenho bloqueios no Anahata (chakra do coração) e um grande bloqueio no Vishuda (que controla tempo e nossa voz e expressão no mundo). Tenho também um bom Ajna, solar (mente ativa e intelecto). Facilmente dá para relacionar esse resultado com os apresentados no meu Eneagrama e 16 personalidades também.

7. The work of Byron Katie

Esse é um trabalho incrível de reconhecimento e propriedade sobre sentimentos e ações. Não existe um resultado porque não é um teste, são perguntas que você faz a você mesmo quando uma situação ocorre, e através dessas perguntas você aprende a se conhecer e pode modificar a forma com que se relaciona com as pessoas. Isso se relaciona profundamente com conceitos de Comunicação Não-Violenta, vale mega a pena conhecer e usar. Todos os materiais são gratuitos e estão disponíveis no site. O que sugiro fazer primeiro é a Judge your neighbour worksheet que está até traduzida pro português, além de outros materiais também em português.

8. Quem é você?

Aqui já entramos em um assunto muito mais complexo do que entendimento da sua personalidade, mas se quiser ir fundo mesmo nesse trabalho de auto-exploração, depois de fazer os 6 primeiros e entender como é esse veículo que você veio ao mundo (seu corpo, sua mente, sua personalidade, suas ações) você pode querer explorar coisas mais profundas, como seu Dharma (seu propósito espiritual nessa vida). Existem meditações específicas para isso, como a meditação “who am I”, em que você se pergunta isso constantemente até descobrir a resposta. Um livro interessante sobre autoconhecimento é o I Am That, de Sri Nisargadatta Maharaj.

 

Se as ferramentas 4, 5, 6 e 8 forem espirituais (ou abobrinha, como quiser chamar) demais pra você, sem problemas, só de usar as ferramentas 1, 2 e 7 tenho certeza que já será um grande trabalho super útil de autoconhecimento. Conheça-se e divirta-se!

(Visited 590 times, 1 visits today)