Ferramentas

O que você deixa de fora do seu currículo?

Eu sou muito boa em fazer currículos. Lá com meus 18 anos, sem experiência e apenas com alguns cursos profissionalizantes para tentar conseguir um emprego, tive que aprender a ser criativa para pelo menos ser chamada para entrevistas. E olha, fiz muitos currículos e muitas entrevistas. Provavelmente foi isso que me ajudou a desenvolver essa habilidade, e hoje se você olha minha conta no Linkedin dá pra ver que eu acabei caminhando bem nessa estrada. Mas há cerca de um ano resolvi fazer diferente e publicar um descurrículo. De repende me dei conta que desde os meus 18 anos eu venho acumulando toda sorte de experiências variadas que teoricamente não servem para o mercado de trabalho. Bom, teoricamente, apenas. Porque o acúmulo dessas experiências, o prazer que elas me proporcionaram e as outras habilidades que essas experiências me fizeram aprender, servem e muito para qualquer tipo de trabalho que eu resolva fazer. Ele já está desatualizado, porque no último ano tanta coisa incrível me aconteceu! (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
A Liberdade

Quando as perguntas interessam mais do que as respostas

Essa semana é a última da primeira fase do Gap Year da Uncollege. Não cheguei ao fim da Launch Phase com respostas. Eu criei muitas expectativas de como eu já estaria muito diferente ao final dessa primeira fase, muito mais próxima de quem eu quero ser do que de quem eu sou. Mas tenho em mim várias perguntas.  Percebi que essa é uma fase de descobrir o que ainda não sei. A de descobrir quais perguntas fazer. Quando a gente faz as perguntas certas o caminho fica mais interessante. Algumas coisas que me fizeram questão: (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Jornada

Aprendendo a espalhar a felicidade

Das coisas maravilhosas e loucas que acontecem na Uncollege: fomos desafiados a criar algo que viralize em 48 horas e que entregue felicidade. Esse era o briefing da nossa Work Marathon, que está acontecendo agora! Nos reunimos, planejamos nosso tempo e começamos a jogar ideias do que fazer. Em duas horas tínhamos o planejamento pronto, em mais uma hora e meia o conceito, já com um manifesto e métricas. Tudo antes do almoço. Nosso deadline era começar a divulgar às 18:00. Fazendo e testando, pedindo desculpas e não permissão, trabalhando em equipe sem desperdício de tempo. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Cursos

Hackeando a vida – Desescolarização, economia colaborativa, movimento maker e nomadismo digital

Quando eu já tinha decidido vir para o Gap Year, ainda em BH recebi um convide muito feliz do Antônio Terra  (meu ex-professor, ex-chefe, grande amigo) para dar uma palestra no Uni-BH, faculdade em que me formei. Só tinha um pequeno problema de datas: o evento do Uni aconteceu entre 13 e 15 de abril e minha viagem de mudança pra Ilhabela já estava programada para dia 12, já que dia 13 começava aqui a Launch Phase. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás