Cursos

Lugares em BH que ajudam seu Negócio Local

Ser microempreendedor de um negócio local não é tarefa simples. Muitas vezes o microempresário é o único responsável pelo pequeno negócio acontecer: desde compras, produção, vendas, marketing a gerenciamento financeiro do negócio. Já pensou em procurar em BH locais que possam te ajudar nessas tarefas? Aqui vão algumas dicas que podem fazer sua empresa alavancar ou mesmo sair do papel.

1. Mooca - Loja colaborativa e aceleradora do negócio local

A Mooca existe há mais de um ano em BH e é mais que uma loja: para quem compra, uma loja de presentes diferentes e inusitados. Para quem vende, um local para testar a aceitação dos seus produtos e uma aceleradora de negócios. Os produtores expostos na loja passam por um processo de seleção (fique atento à página do Facebook para saber datas de seletivas) e participam de uma aceleração. Eles fazem cursos, recebem consultoria e colaboram entre si criando novos produtos, tudo com o teste em uma região super nobre na Savassi: a praça, bem perto dos bares mais frequentados da região. [caption id="attachment_1504" align="aligncenter" width="676"]Negócio local é com a Mooca loja colaborativa Loja Colaborativa da Mooca na Savassi, BH[/caption]

2. rosaguaja - para quem tem produtos de decoração

(mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Ferramentas

Como trabalhar online e ganhar em dólares

Se você pretende ser um nômade digital - alguém que pode trabalhar online e trabalha de qualquer lugar do mundo com acesso à internet - a primeira coisa a fazer é descobrir como e onde trabalhar remoto - e preferencialmente ganhando em dólares. Algumas empresas contratam pessoas pela internet e você usa seu computador e seu acesso à internet para realizar o trabalho, que pode chegar a ser mais bem pago do que muitos empregos que exigem diploma de graduação. Para conseguir as melhores vagas você precisa saber ler e escrever em inglês, mas fora isso os requisitos geralmente não são tão difíceis de atingir. Veja abaixo algumas empresas que oferecem trabalho pela internet.

Trabalho online que não precisa saber inglês

(mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Cursos

8 Cursos para mudar de vida

"Tudo é prego para quem só tem martelo". Eu amo essa expressão desde que a ouvi pela primeira vez, e o significado é: se você só conhece uma ferramenta, todos os problemas parecem ter essa ferramenta como solução. Mas claro que não é verdade. Temos diferentes personalidades, caraterísticas, situações de vida e obviamente, problemas diferentes. Por isso resolvi listar aqui 8 diferentes lugares onde você pode aprender coisas para mudar sua vida. Se você está cansado de viver a vida do jeito que sempre viveu e está procurando uma mudança radical na sua forma de ver o mundo, trabalhar e viver sua vida, está lendo o post certo. Eu fiz essa mudança há um ano (e ainda estou no processo dela). Mas nem sempre é fácil mudar quando a gente nem sabe o que quer, ou conhece alguma técnica que pode ajudar nessa mudança de vida. Reuni aqui alguns cursos que podem te ajudar a provocar essa transformação tão sonhada. Parece fácil, mas se assim o fosse, todo mundo conseguiria mudar de vida num estalar dos dedos. Nesses cursos o que você vai aprender principalmente é o mindset necessário para enxergar melhor qual caminho é melhor para você chutar o balde e ser mais feliz. Cada um tem seus interesses específicos então tentei abarcar vários gostos diferentes (de empreendedorismo a educação, passando por espiritualidade e sexualidade), para oferecer soluções diferentes para estilos individuais.   1. Meditação na Arte de Viver Mindfullness caiu nas graças do mundo corporativo já há algum tempo. Vários empreendedores já declararam utilizar algum método de meditação para ajudar nos negócios. Pra além disso, meditação pode definitivamente mudar vidas. Parte da minha transformação pessoal se deu por ter começado a meditar em 2014, na Sahaja Yoga em Belo Horizonte (que ensina meditação de graça, vai lá se você está em BH). Se você vai entrar de férias ou quer aproveitar um feriado e esse é um assunto que te interessa, você pode querer fazer um curso de meditação na Arte de Viver. Eles são uma instituição mundial e oferecem diversos tipos de cursos de espiritualidade, sendo os de meditação os mais famosos.   2. Descobrir o que fazer da vida no Gap Year do UnCollege O UnCollege é um programa de hackschooling que surgiu nos EUA em 2013 e está também no Brasil, em Ilhabela, desde 2014. Eles tem um programa chamado Gap Year - é um ano sabático de aprendizado. Eles tem um processo de quatro fases de três meses cada (Imersão - Launch Phase, viagem, estágio e projeto), no qual ajudam qualquer pessoa a aprender a aprender, através de ferramentas de autoconhecimento e produtividade. Além disso, ensinam também algumas habilidades úteis para o mercado e a vida moderna. Eu fiz esse programa e foi mais um das minhas ferramentas de mudança de vida. Super recomendo. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=aB9MsAPJTpc] (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Ferramentas

O que você deixa de fora do seu currículo?

Eu sou muito boa em fazer currículos. Lá com meus 18 anos, sem experiência e apenas com alguns cursos profissionalizantes para tentar conseguir um emprego, tive que aprender a ser criativa para pelo menos ser chamada para entrevistas. E olha, fiz muitos currículos e muitas entrevistas. Provavelmente foi isso que me ajudou a desenvolver essa habilidade, e hoje se você olha minha conta no Linkedin dá pra ver que eu acabei caminhando bem nessa estrada. Mas há cerca de um ano resolvi fazer diferente e publicar um descurrículo. De repende me dei conta que desde os meus 18 anos eu venho acumulando toda sorte de experiências variadas que teoricamente não servem para o mercado de trabalho. Bom, teoricamente, apenas. Porque o acúmulo dessas experiências, o prazer que elas me proporcionaram e as outras habilidades que essas experiências me fizeram aprender, servem e muito para qualquer tipo de trabalho que eu resolva fazer. Ele já está desatualizado, porque no último ano tanta coisa incrível me aconteceu! (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Ferramentas

8 Ferramentas para autoconhecimento

Tenho uma amiga que tem uma tatuagem escrito em Latim: Nosce te ipsum - conhece-te a ti mesmo. Quantos de nós nos damos o tempo necessário para nos conhecer? Autoconhecimento é entender em que padrões operamos para então poder quebrá-los, se assim quisermos. Você sabe como conhecer a si mesmo? Eu confesso que não sabia nem como começar a olhar pra dentro de mim. Se alguém me perguntasse antes se eu me conhecia eu rapidamente iria responder automaticamente que sim, claro. Mas não era verdade. Hoje sei que estou apenas na ponta do iceberg, que estou só começando a enxergar através do nevoeiro. Ou seja, ainda tem muito pra explorar. Algumas ferramentas de autoconhecimento que encontrei pelo caminho ajudam bastante a entender esses padrões de como nossa personalidade foi construída e como agimos a partir dela. Compartilho aqui com vocês as que já usei - e que tem um resultado surpreendentemente acurado, pelo menos no meu caso. Que tal tentar você também? 1. 16 personalidades (ou Briggs Myers' 16 personality types) Um dos "testes de personalidade" mais famosos, lista 16 tipos diferentes que combinam 8 características básicas: Introvertido/Extrovertido, Intuição/Sensação, Pensante/Sentimento, Julgador/Percepção. A primeira letra dessas palavras (em inglês) forma o tipo de personalidade. O meu por exemplo é ENFJ - Protagonista, que é a combinação de Extrovertido, Intuitivo, Sentimento e Julgador. Ler o perfil todo dessa personalidade me ajuda a entender como faço escolhas e como é meu comportamento inato, e assim me permite entender como ajo naturalmente e como posso ajustar os comportamentos que gostaria de modificar. [caption id="attachment_985" align="aligncenter" width="736"]Créditos: 16 personalities.com Créditos: 16 personalities.com[/caption] 2. Eneagrama (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás
Ferramentas

Lista de conquistas – por que fazer uma

Eu às vezes tenho a sensação que poderia estar fazendo as coisas mais rápido. Você também tem essa sensação? Por vezes me pego pensando que devia me esforçar mais, ser mais disciplinada, e às vezes isso vai para o extremo de me culpar por não ter feito algo. Como culpa é um sentimento inútil, às vezes é preciso me lembrar de que estou fazendo muito. Um dos jeitos que consegui diminuir essa sensação de que "não tenho feito nada", é colocar tudo que faço na minha agenda do Google. Assim eu sei quantas horas tenho gasto com trabalho, yoga, socializar, limpeza de casa, organização e afins. Assim tenho contado o tempo que gasto comigo e com os outros. E o tempo que vendo em troca de dinheiro pra viver e fazer o que gosto. (mais…)

Por Ana Paula Coelho, atrás